IBSP para sua empresa

IBSP para sua Empresa

O IBSP oferece serviços de acordo com a necessidade e cultura das organizações e serviços de saúde, por meio de ambiente virtual, presencial ou híbrido

O IBSP oferece serviços de acordo com a necessidade e cultura das organizações e serviços de saúde, por meio de ambiente virtual, presencial ou híbrido

Consultoria do IBSP - Direcionamento Especializado

Consultoria em Núcleo de Segurança do Paciente – NSP

Mesmo com após 10 anos da RDC 36, apenas 56% das organizações têm o NSP instituído. Com propósito de mudar este cenário, o time de consultores do IBSP tem apoiado organizações por meio de um serviço consultivo ajustado as necessidades da organização.

Principais temas que são trabalhados junto aos profissionais envolvidos no NSP:

  • Cultura da segurança
  • Fatores humanos
  • Responsabilidade dos profissionais envolvidos
  • Estratégia para a implementação das ações relacionadas ao Plano de Segurança do Paciente
  • Fluxo de notificação de incidentes
  • Classificação de incidentes
  • Análise qualificada de eventos adversos
  • Aspectos relacionados a gestão do risco

 

O trabalho consultivo de apoio aos NSP pode ser realizado de forma remota ou híbrida. E a dinâmica de trabalho é direcionada de acordo com o momento da organização e principais desafios apresentados pelos profissionais do NSP.

Conheça a experiência da U. Londrina com a implantação do NSP com o apoio do IBSP.

Consultoria especializada em Qualidade e Segurança do Paciente

Direcionamos organizações de saúde na implantação e/ou aprimoramento dos processos de qualidade do cuidado e segurança do paciente.

Processos que podem ser contemplados neste serviço:

  • Avaliação do cenário com Diagnóstico situacional
  • Estratégias e ferramentas para o mapeamento de processos
  • Orientação para o direcionamento da melhoria de processos
  • Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente, de acordo a RDC 36/2013 | RN 510 e 512/2022
  • Implantação das melhores práticas recomendadas para Segurança do Paciente (Metas Internacionais)
  • Estruturação do Plano de Segurança do Paciente

Mentoria em Núcleo de Segurança do Paciente (NSP)

O serviço permite a atualização e o compartilhamento de conhecimento entre o especialista IBSP e grupo com até 10 profissionais da mesma instituição em sessão ao vivo de 1h30.
A mentoria tem como o objetivo dar direcionamento, por meio casos práticos e vivência do especialista, ao grupo em relação a implantação, manutenção e diversos aspectos relacionados ao NSP.

O serviço está voltado para Instituições que já passaram pela etapa de implementação do NSP, porém, necessitam de direcionamento para a execução das Ações do Plano de Segurança do Paciente.

Características do serviço:

  • Grupo de até 10 profissionais por sessão
  • Direcionamento baseado em entendimento prévio da necessidade
  • Sessões não podem ser gravadas
  • Frequência mínima de 1x/mês

Programa MAIS IBSP

Medindo e Aperfeiçoando
Indicadores de Segurança

O “MAIS IBSP” foi criado a partir da necessidade de apoiar as instituições hospitalares na análise dos indicadores de desempenho das Unidades de Terapia Intensiva, bem como da gestão das infecções relacionadas a assistência à saúde e análise de eventos adversos.

Principais contribuições do Programa MAIS com o serviço:

  • Otimização de recursos: adequação na classificação da priorização de internação na UTI, identificação das melhorias necessárias para a prevenção e redução da incidência das IRAS relacionadas a dispositivos invasivos.
  • Maior engajamento das equipes: SCIH, Qualidade, Núcleo de Segurança do Paciente, Enfermagem, Corpo Clínico, Fisioterapia, Farmácia, Psicologia e Nutrição.
  • Maior empenho e envolvimento de comissões não obrigatórias (Cuidados Paliativos e Time de Resposta Rápida) e processos anexos (gerenciamento de leitos, análises clínicas e epidemiologia).

Programa de Validação de Boas Práticas

Os programas de validação de boas práticas são desenvolvidos pelo IBSP a partir da necessidade do cliente (customizado) em relação a uma determinada linha de cuidado e tem como objetivo realizar a padronização de processos assistenciais a partir de referências em boas práticas. Todos os programas têm chancela IBSP. A partir do desenho do programa, que tem como base um Manual Técnico-Operacional, se estabelece o processo e os critérios de conformidade para a validação.