NOTÍCIAS

Avaliação da cultura de segurança: qual seria a nota do seu hospital?

0
(0)

 

Funcionários de um hospital: a avaliação da cultura de segurança permite traçar novas estratégias (Bigstock)
Funcionários de um hospital: a avaliação da cultura de segurança permite traçar novas estratégias (Bigstock)

Como vai a cultura de segurança do seu hospital? A preocupação com qualidade e segurança está realmente no DNA da instituição e permeia todas as decisões da alta liderança? Para responder a essas perguntas e ajudar diretoria e funcionários a tecer uma forte cultura de segurança em serviços de saúde, o American College of Healthcare Executives, uma associação de gestores de saúde dos Estados Unidos, formulou uma avaliação da cultura de segurança, que pode ser feita por todos os funcionários. Ela é uma boa ferramenta de gestão.

ÚLTIMAS VAGAS – II Seminário Internacional de Enfermagem para Segurança do Paciente

A avaliação da cultura de segurança ajuda a acessar o grau de amadurecimento da cultura de segurança nas organizações e recomenda ações que os líderes devem colocar em prática para atingir o ideal formulado por uma das agências referência em segurança do paciente no mundo, a americana a AHRQ: uma cultura de segurança que “responsabilize os profissionais por condutas não profissionais, ainda que não seja punitiva para erros humanos; em que os erros sejam identificados e mitigados antes que dêem origem a danos e em que os profissionais possam aprender com os erros e quase erros e prevenir a recorrência”.

>> Ronda de segurança da liderança: para resolver problemas e melhorar o clima de segurança
>> Liderança: onde começa o comprometimento com a segurança do paciente?

O comprometimento da alta liderança é um componente essencial da cultura de segurança. Por isso, os idealizadores recomendam que a alta direção compartilhe o teste com diretores, média gerência e as equipes que estão na linha de frente, para que eles respondam e seja possível ter um retrato preciso do status atual da cultura de segurança na instituição. A partir dele, a diretoria pode pensar em ações e estratégias que reforcem esses valores e princípios. A avaliação da cultura de segurança é dividida em seis domínios que devem ser desenvolvidos nas organizações pela alta liderança:

1) Estabelecer uma visão de segurança motivadora
Ao colocar a segurança no centro da visão e missão da instituição, os líderes demonstram que ela é prioridade

2) Construir confiança, respeito e inclusão
São valores básicos que precisam estar intrinsecamente disseminados por todas as áreas e departamentos, inclusive, na direção

3) Selecionar, desenvolver e comprometer a diretoria
Ela precisa ter como objetivo a qualidade e a segurança. Para isso, precisa garantir que existam ferramentas de avaliação e que elas sejam constantemente revistas e atualizadas

4) Priorizar segurança na seleção e desenvolvimento de líderes
Talento e comprometimento na área de segurança devem ser reconhecidos e incentivados entre os funcionários

5) Encorajar e recompensar a cultura justa
É preciso garantir que todos os funcionários – clínicos e administrativos – se sintam seguros e confortáveis para falar de falhas e riscos que observam no trabalho

6) Estabelecer comportamentos esperados
A alta liderança deve ser um modelo de transparência, trabalho em equipe, comunicação aberta e civilidade

Responda a avaliação da cultura de segurança abaixo para estimar o estágio de amadurecimento da sua organização em cada um desses seis domínios. O guia completo (em inglês) da ferramenta está disponível para download no arquivo ao final do questionário.

Avaliação da cultura de segurança, desenvolvida pelo Americanl College of Health Executives

 

 

60

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Comente

Veja outros conteúdos

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos