NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Aplicativo gratuito ajuda a controlar glicemia de pacientes internados

Aplicativo gratuito ajuda a controlar glicemia de pacientes internados
0
(0)

Procedimento que ajuda na segurança e evita erros no controle de glicemia leva apenas três minutos

 

O estudo que, inicialmente, foi feito para estabelecer um protocolo de prescrição de insulina no ambiente hospitalar se transformou em uma inovação que já ajuda profissionais a controlar a glicemia de pacientes internados.

appinsulinaO InsulinAPP foi desenvolvido em 2015 por um grupo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. O aplicativo é capaz de, em apenas alguns minutos, analisar os dados do paciente internado para indicar a forma mais eficaz de controlar o índice glicêmico.

“Com estes dados, o InsulinAPP gera um modelo de prescrição médica, contendo as doses de insulinas já calculadas automaticamente, recomendações de medições de glicemia capilar, solicitação de exame de hemoglobina glicada, condutas para episódios de hipoglicemia e alertas para emergências hiperglicêmicas”, explica Dr. Marcos Tadashi Kakitani Toyoshima, médico, chefe do ambulatório de diabetes do HC-FMUSP e da Unidade de Diabetes do Serviço de Endocrinologia e Metabologia do HC-FMUSP, que é também um dos idealizadores do projeto.

Confira a entrevista que o IBSP fez com o médico e entenda mais sobre a novidade:

 

IBSP – Como surgiu a ideia para criar o aplicativo?
Dr. Marcos Tadashi Kakitani Toyoshima – Após o término da minha residência médica em endocrinologia e metabologia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, trabalhei por quase dois anos em Atlanta, nos EUA, no grupo de pesquisa do Dr. Guillermo Umpierrez (Universidade Emory) com estudos relacionados ao controle glicêmico hospitalar. Ao retornar dos Estados Unidos, um grupo de controle glicêmico hospitalar no Hospital das Clínicas estava se formando para padronização de condutas no complexo hospitalar.

Inicialmente, elaboramos um protocolo com fluxogramas e tabelas para facilitar a prescrição de insulina hospitalar. Com isso, o objetivo era facilitar e simplificar o cálculo de doses de insulina para os médicos não especialistas em controle glicêmico. Percebemos que a aderência ainda permanecia baixa, o processo ainda era um tanto demorado e sujeito a erros. Com a ajuda do Dr. Alexandre Barbosa Câmara de Souza, médico residente em Endocrinologia e Metabologia e da Dra. Márcia Nery, chefe do grupo de Diabetes mellitus do serviço de Endocrinologia, desenvolvemos uma calculadora de insulina, inicialmente em planilha Excel®, para facilitar mais ainda a prescrição de insulina.

IBSP – Quanto tempo levou para ser desenvolvido o aplicativo? E quais foram as etapas do processo?
Dr. Marcos – O desenvolvimento do aplicativo começou no início de 2015, mas o processo de padronização de condutas relacionadas ao controle glicêmico no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP vem desde 2012. Quanto ao aplicativo, inicialmente desenvolvemos uma calculadora de doses de insulina em planilhas Excel®, cujo resultado foi uma prescrição médica de uso fácil e rápido, contendo doses de insulina recomendadas pelos consensos, diretrizes e estudos clínicos. Em seguida, decidimos pela conversão para o formato HTML e pela disponibilização do aplicativo online para desktops, smartphones e tablets. Para tornarmos o aplicativo ainda mais acessível, optamos por desenvolver um aplicativo off-line para ser instalado em smartphones e tablets.

 IBSP – Como funciona?
Dr. Marcos – O médico do paciente tem acesso a um formulário que necessita ser preenchido com informações relevantes do paciente internado. Este processo é simples e dura em torno de dois a três minutos.

Com estes dados, o InsulinAPP gera um modelo de prescrição médica, contendo as doses de insulinas já calculadas automaticamente, recomendações de medições de glicemia capilar, solicitação de exame de hemoglobina glicada, condutas para episódios de hipoglicemia e alertas para emergências hiperglicêmicas.

IBSP – Quais resultados já foram alcançados nos locais em que está sendo utilizado?
Dr. Marcos – O uso do InsulinAPP possibilitou aumento da aderência dos médicos às condutas relacionadas ao controle glicêmico hospitalar que são preconizadas pelos principais consensos e diretrizes. E muito mais importante, o aplicativo ajudou a divulgar a importância do bom controle glicêmico hospitalar entre os médicos em geral.

IBSP – O projeto já chegou a ser implantado em outros hospitais?
Dr. Marcos Tadashi Kakitani Toyoshima – Como o aplicativo com as insulinas humanas disponíveis no Sistema Único de Saúde está disponível gratuitamente pela Internet, os médicos estão adquirindo o aplicativo de forma individual. Esperamos que, no futuro, haja interesse de muitos hospitais em padronizar suas condutas de controle glicêmico hospitalar e até em utilizar nosso aplicativo como padrão institucional.

 

Veja mais

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos