NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Diretrizes para prevenção de infecção de sítio cirúrgico: pré-operatório

Diretrizes para prevenção de infecção de sítio cirúrgico: pré-operatório
0
(0)

Recomendações para o Pré-operatório –  Diretrizes Globais da OMS para prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico (ISS).

Esta é a primeira diretriz mundial sobre infecção de sítio cirúrgico. Cada recomendação foi descrita como forte (os especialistas do painel têm confiança que os benefícios da intervenção superam os riscos) ou condicional (os especialista consideram que os benefícios da intervenção provavelmente superam os riscos). Além disso, as evidências que embasam cada recomendação foram classificadas em termos de qualidade conforme a metodologia GRADE em alta, moderada, baixa ou muito baixa.

Recomendações no Pré-operatório

Banho pré-operatório

  • Recomendação 1: é uma boa prática clínica o paciente tomar banho antes da cirurgia. O painel sugere que um sabão simples ou antimicrobiano pode ser usado para este fim. (Recomendação condicional / Evidência de qualidade moderada). O painel decidiu não formular uma recomendação sobre a utilização de panos impregnados com gluconato de clorexidina com a finalidade de reduzir ISS devido à evidências limitadas e de qualidade muito baixa.

Descolonização com pomada de mupirocina com ou sem lavagem corporal com gluconato de clorexidina para a prevenção de Staphylococcus aureus em portadores nasais que serão submetidos a cirurgia

  • Recomendação 2: o painel recomenda que os pacientes que serão submetidos a cirurgia cardiotorácica ou ortopédica com colonização nasal sabida por S. aureus devem receber aplicações perioperatórias intranasais de pomada de mupirocina a 2% com ou sem a combinação de lavagem corporal com clorexidina. (Recomendação forte/ Evidência de qualidade moderada);
  • Recomendação 3: o painel sugere considerar tratar também pacientes com colonização nasal sabida por S. aureus que serão submetidos a outros tipos de cirurgia com aplicações perioperatórias intranasais de pomada de mupirocina a 2% com ou sem a combinação de lavagem corporal com clorexidina (Recomendação condicional / Evidência de qualidade moderada).

Triagem para colonização por bactéria portadora de beta-lactamase de espectro estendido (ESBL) e impacto na profilaxia antibiótica cirúrgica

  • O painel decidiu não formular uma recomendação devido à falta de evidências nesse assunto.

Momento ideal para a profilaxia antibiótica cirúrgica pré-operatória

  • Recomendação 4: o painel recomenda a administração de profilaxia antibiótica antes da incisão cirúrgica quando indicado (dependendo do tipo de cirurgia). (Recomendação forte / Evidência de qualidade baixa);
  • Recomendação 5: o painel recomenda a administração de profilaxia antibiótica em até 120 minutos antes da incisão, considerando a meia-vida do antibiótico. (Recomendação forte, qualidade moderada da evidência). Obs: uma análise dos dados comparando diferentes intervalos de tempo (com 120min, 60min ou 30 min antes da incisão) não demonstra diferença significativa, sendo importante apenas observar a meia-vida do antibiótico para escolher o melhor momento para administração.

Preparação mecânica do intestino e uso de antibióticos orais

  • Recomendação 6: o painel sugere que antibióticos orais pré-operatórios combinados com a preparação mecânica do intestino devem ser usados para reduzir o risco de ISS em pacientes adultos submetidos a cirurgia colorretal eletiva. (Recomendação condicional/ Evidência de qualidade moderada);
  • Recomendação 7: o painel recomenda que a preparação mecânica do intestino sozinha (sem administração de antibióticos orais) não deve ser utilizada com a finalidade de reduzir ISS em pacientes adultos submetidos a cirurgia colorretal eletiva. (Recomendação Forte/ Evidência de qualidade moderada).

Tricotomia

  • Recomendação 8: o painel recomenda que em pacientes submetidos a qualquer procedimento cirúrgico, cabelos/pelos não devem ser removido ou, se absolutamente necessário, devem ser removido apenas com máquinas de cortar. A depilação é fortemente desencorajada em qualquer momento, seja no pré-operatório ou na sala de cirurgia (Recomendação forte/ Evidência de qualidade moderada).

Preparação do sítio cirúrgico

  • Recomendação 9: o painel recomenda soluções antissépticas alcoólicas baseadas em gluconato de clorexidina para a preparação da pele do sítio cirúrgico em pacientes que serão submetidos a cirurgias (Recomendação forte/ Evidência de qualidade de evidência baixa a moderada).

Selantes antimicrobianos para a pele

  • Recomendação 10: o painel sugere que os selantes antimicrobianos não devem ser usados após a preparação da pele do sítio cirúrgico com a finalidade de reduzir ISS. (Recomendação condicional/ Evidência de qualidade muito baixa).

Preparação das mãos para a cirurgia

  • Recomendação 11: o painel recomenda que a preparação das mãos para a cirurgia seja realizada esfregando-as com sabonete antimicrobiano apropriado e água ou usando uma escova adequada à base de álcool antes de colocar luvas estéreis. (Recomendação forte/ Evidência de qualidade moderada)

Saiba mais:

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos