NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Fragilidade do paciente oncológico aumenta incidência de queda em 18%; conheça barreiras para implementar

Fragilidade do paciente oncológico aumenta incidência de queda em 18%; conheça barreiras para implementar
0
(0)

Em geral, as pessoas com câncer que estão internadas apresentam condição nutricional mais frágil e fazem uso contínuo de medicamentos analgésicos, predispondo-as a um risco maior de queda

Alguns estudos mostram que hospitais oncológicos apresentam incidência de queda em torno de 18% acima dos hospitais gerais, isso porque pacientes oncológicos, de um modo geral, apresentam uma condição nutricional mais frágil e fazem uso contínuo de medicações analgésicas potentes para controle e alívio da dor, fatores que os predispõem a um risco maior às quedas. “Temos um protocolo de prevenção de quedas no qual se estabelece critérios para reconhecer precocemente aqueles pacientes que apresentam maior risco para quedas”, informa Ana Luiza Demarchi Geloneze, gerente Qualidade e Segurança do Paciente – Diretoria Executiva do ICESP- Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

Queda em idosos hospitalizados pode ser trágica: protocolos evitam risco

Conheça as quatro categorias de riscos que provocam quedas de idosos

Como construir uma cultura de segurança do paciente em hospitais brasileiros

Ao longo dos anos, o ICESP desenvolveu diversas estratégias para reforçar as barreiras de prevenção às quedas, tanto para pacientes internados quanto para as pessoas em atendimento ambulatorial, tais como cartilhas contendo orientações, sinalização com pulseiras na cor laranja, informativos dentro dos quartos de internação, programa “ensinando a cuidar”, no qual os acompanhantes recebem orientações sobre os cuidados aos pacientes, incluindo a prevenção das quedas.

“No último mês de maio, realizamos nossa 1ª Semana Interna de Prevenção de Quedas do ICESP, com diversas palestras, atividades lúdicas, teatro, distribuição de informativos e brindes, com um grande sucesso de público. Também para a Meta 6, temos indicadores que monitoram a adesão às etapas e barreiras do protocolo, assim como a incidência de quedas e de danos em decorrência das mesmas”, conta Ana Luiza.

 

queda

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos