NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

De náusea a constipação: saiba aliviar efeitos colaterais causados por opioides

De náusea a constipação: saiba aliviar efeitos colaterais causados por opioides
5
(1)

Efeitos Colaterais de Opioides

O uso de opioides pode causar, na maioria das pessoas, constipação, já que os narcóticos contribuem para a redução da velocidade do trato intestinal, fazendo com que o caminho das fezes seja mais lento, causando a tão conhecida e desagradável prisão de ventre.

“Eles podem causar dependência e efeitos colaterais, como depressão respiratória. Por isso, é necessário um controle, mas isso não pode impedir que a dor do paciente seja aliviada”, opina o médico diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente Lucas Santos Zambon. “O médico precisa ter experiência para entender a necessidade de cada paciente e, assim, prezar pelo seu conforto. É desumano deixar o paciente com dor”, completa o Dr. Lucas.

Controle de infecção hospitalar é sinal de segurança e qualidade hospitalar

Atendimento humanizado é direito do paciente na hora do diagnóstico

Inscreva-se no I Simpósio Internacional de Qualidade e Segurança do Paciente

Para traçar um panorama dos efeitos colaterais do uso de opioides, o IBSP – Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente conversou com a Dra. Alexandra Raffaini, anestesiologista da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (SOBRAMID) e especialista no tratamento da dor e em medicina intervencionista da dor.

IBSP – Quais os principais efeitos colaterais causados por opioides?

Alexandra Raffaini – Os mais comuns são náuseas, vômitos, sonolência e constipação, porém, quando os opioides são bem indicados e utilizados são extremante seguros, não devendo causar receio ou insegurança nos profissionais,  pacientes e familiares.

IBSP – Como minimizar esses efeitos?

Alexandra – Normalmente os efeitos colaterais como náusea, vômito e sonolência tendem a melhorar com o uso da medicação. Um ajuste da posologia também pode auxiliar a diminuir tais efeitos. Infelizmente a constipação é o único efeito colateral que não melhora com o uso continuo dos opioides, por isso, é adequado sempre prescrever em conjunto um laxativo e orientar a dieta.

IBSP – Quais as medidas para reversão e controle? 

Alexandra – As medidas comumente utilizadas são a prescrição de antieméticos para tratamento de náuseas ou vômitos, se ocorrerem, laxativos e orientação de dieta laxativa com aumento da ingestão de líquidos.

 

Saiba mais:

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos

AVISO IMPORTANTE!

A partir do dia 1º de julho, todos os cursos do IBSP farão parte do IBSP Conecta, o primeiro streaming do Brasil dedicado à qualidade e segurança do paciente.

NÃO PERCA ESSA OPORTUNIDADE E CONHEÇA AGORA MESMO O IBSP CONECTA!