NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Em época de pandemia, a segurança dos pacientes também depende da população

Em época de pandemia, a segurança dos pacientes também depende da população
0
(0)

IBSP: Segurança do Paciente - Em época de pandemia, a segurança dos pacientes também depende da populaçãoNo Brasil, a primeira confirmação de infecção pelo novo coronavírus ocorreu no dia 26 de fevereiro e, desde então, a curva vem crescendo preocupando autoridades sanitárias, equipes de saúde e sociedade. Com base em estudos realizados por outros países e contando, também, com a experiência de nações que entraram na luta contra a disseminação do COVID-19 antes de nós, o Brasil adotou a estratégia de estimular o distanciamento social a fim de frear o contágio.

Em estados onde a contaminação está mais alta, como é o caso de São Paulo, os serviços não essenciais estão sendo fechados a fim de evitar que as pessoas se movimentem nas ruas. Além disso, as empresas foram estimuladas a manter seus funcionários em casa e as escolas também pararam suas atividades.

Para ampliar a adesão ao distanciamento social, a Europa, por meio do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças, promoveu a campanha #stayathome, que já está funcionando no Brasil em sua tradução #fiqueemcasa. Celebridades, influenciadores digitais e equipes médicas inteiras têm compartilhado em suas redes sociais imagens que estimulam as pessoas a não saírem de suas residências.

Compartilhar, de forma clara e direta, a importância de manter o distanciamento social é tido como a única saída para melhor controlar a pandemia enquanto não há nem vacina nem tratamento comprovadamente eficientes contra o COVID-19.

O que o dizem sobre o distanciamento social?

  • Pode interromper a transmissão do vírus de pessoa para pessoa
  • Pode impedir a propagação desenfreada do vírus
  • Pode reduzir a intensidade da epidemia
  • Pode reduzir o crescimento do número de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus

Os profissionais de saúde têm estimulado as pessoas a ficarem em casa enquanto eles se mantêm em atividade a fim de conter a pandemia. Para isso, a frase “Nós estamos aqui por você. Por favor, fique em casa por nós”, apresentada por equipes de médicos e enfermeiros paramentados, tem dominado a rede.

Essa instrução é global e a campanha também têm adesão de diversos países. Além de fomentar as hashtags #stayathome e #fiqueemcasa, o Brasil também adotou uma prática que vem sendo observada na Itália e na Espanha: as 20h muitas pessoas vão até suas janelas aplaudir os profissionais de saúde que estão diariamente lutando para atender ao maior número possível de pessoas enfermas.

 

 

0

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos