NOTÍCIAS

Alzheimer poderá ser tratado também com adesivo

0
(0)

Novidade pode melhorar qualidade da assistência para pessoas que fazem uso da rivastigmina

O Ministério da Saúde incorporou ao Sistema Único de Saúde (SUS) a rivastigmina em adesivo. O medicamento é utilizado no tratamento de demência provocada pela doença de Alzheimer.

OMS apresenta nova diretriz para tratamento de infecções sexualmente transmissíveis

Identificação precoce da sepse é maior desafio da doença

Dor crônica é doença e precisa de diagnóstico e tratamento

Sobre como se deve morrer

Atualmente a rivastigmina é disponibilizada somente para ser ingerida por via oral, em cápsulas e na forma líquida.

Uma consulta pública feita em julho deste ano ouviu profissionais de saúde, gestores e pacientes sobre o tratamento. O mal de Alzheimer é uma doença sem cura e que apresenta piora com o passar do tempo.

A enfermidade afeta principalmente pessoas idosas. Ela é causada pela morte de células do cérebro.

Os sintomas são demência e distúrbios de comportamento ou perda de algumas funções, entre elas memória, orientação, atenção e linguagem.

A doença de Alzheimer é o tipo de demência mais comum no mundo. No Brasil, estima-se que exista 1 milhão de pessoas com esta doença.

Veja mais

[youtube id=”DaQTlDG57e4″]

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Comente

Veja outros conteúdos

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos