NOTÍCIAS

Atualização importante – Prevenção de eventos adversos e pneumonia associados à ventilação mecânica

0
(0)

Pacientes internados estão sob alto risco de pneumonia e outras complicações pulmonares, principalmente aqueles nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) sob uso de ventilação mecânica. O cenário foi muito ampliado por conta da pandemia de covid-19, já que o novo coronavírus ataca principalmente as vias respiratórias, causando prejuízos aos pulmões e levando milhares de pessoas à intubação.

Entre as complicações que podem surgir em decorrência da ventilação mecânica estão síndrome do desconforto respiratório agudo, sobrecarga de líquidos, atelectasia, pneumotórax, barotrauma e embolia pulmonar.

A fim de traçar as melhores estratégias, em maio deste ano, foi publicado um compilado com atualizações sobre a prevenção de eventos adversos e pneumonia associados à ventilação mecânica. O documento destaca as recomendações práticas que auxiliam os hospitais e as UTIs a implementar estratégias para reduzir o risco. Traz, ainda, um subtítulo extra sobre prevenção de pneumonia sem ventilação adquirida no ambiente hospitalar.

Entre as práticas essenciais, que devem ser adotadas por todos os hospitais com UTIs, estão:

  • Uso de oxigênio nasal de alto fluxo ou ventilação não invasiva com pressão positiva como opção para evitar a intubação, reduzir o tempo que o paciente permanece intubado e prevenir a necessidade de uma nova intubação
  • Utilização de despertar espontâneo ou de protocolos de sedação como estratégia para minimizar a sedação em pacientes adultos
  • Higiene oral mecânica diária
  • Uso de terapia com cafeína para facilitar a extubação em recém-nascidos prematuros

Entre as abordagens adicionais, estão;

  • Recomendação para consideração de traqueostomia precoce
  • Recomendação para consideração de alimentação pós-pilórica em vez de gástrica em pacientes com alto risco de aspiração
  • Tubos endotraqueais com drenagem de secreção subglótica passam a ser considerados como uma abordagem adicional para adultos e crianças mais velhas ao invés de uma prática essencial.

Entre as ações NÃO recomendadas, estão:

  • Higiene bucal com clorexidina
  • Probióticos
  • Cuff de tubo endotraqueal de poliuretano ultrafino
  • Cuff de tubo endotraqueal cônico
  • Controle automatizado das pressões do balonete endotraqueal
  • Monitoramento frequente da pressão do balonete endotraqueal

Referência:

(1) Strategies to prevent ventilator-associated pneumonia, ventilator-associated events, and nonventilator hospital-acquired pneumonia in acute-care hospitals: 2022 Update

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Comente

Veja outros conteúdos

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos