NOTÍCIAS

Cadeia medicamentosa oferece riscos. Você sabia?

0
(0)

Por Paulo Oliveira*

 Os Problemas Relacionados a Medicamentos (PRM) estão entre as principais causas de evento adverso no mundo. Pesquisas recentes mostram a ocorrência de falha em 30 a 40% das administrações de medicamentos no Brasil. Entre as principais falhas do estudo estão: horário, dosagem, via de administração, medicamento não autorizado e paciente errado.

Outro estudo realizado em 19 hospitais ingleses mostrou que uma em cada dez prescrições contém erros e destas quase 2% podem ser fatal ao paciente.

O grande desafio está em fazer com que todos enxerguem as fragilidades do sistema. E uma das principais ferramentas para isso está no que chamamos de mapeamento de processos.

Este mapeamento consiste em levantar todas as fragilidades a partir da necessidade de aquisição do medicamento, recebimento, armazenamento, unitarização, dispensação e acompanhamento no pós-uso destes fármacos.

Muitos hospitais já conseguiram reduzir em até 70% seus PRMs depois que implantaram o que chamamos de barreiras de segurança nas etapas mais críticas deste sistema.

Isso só acontece quando capacitamos os profissionais de saúde, em especial os farmacêuticos que cada vez mais vem sendo inserido no cuidado ao paciente. O que reflete um aumento de mais de 300% no número de farmacêuticos nos hospitais que participam de algum programa de qualidade e segurança do paciente.

No ano de 1500 Paracelsus já dizia: “o que diferencia o remédio do veneno é só a dose”.

Precisamos mudar a cultura da saúde assistência à saúde. Entender que esses erros vão acontecer e o que nós precisamos é diminuir estas possibilidades com o uso de ferramentas que dão suporte e facilitam nosso trabalho.

A valorização e o empoderamento dos profissionais não médicos, em especial o farmacêutico, é fundamental para esse processo. Valorize o farmacêutico de seu hospital.

Precisamos criar a cultura de identificar fragilidades antes mesmos dos problemas acontecerem. E se acontecer? Relatar, notificar e analisar estes incidentes.

Contamos com vocês para melhorar esta realidade. Farmacêutico, você deve ser o principal agente desta mudança, levante essa bandeira.

Veja mais:

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Comente

Veja outros conteúdos

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos