NOTÍCIAS

Choosing Wisely – 25 ações que enfermeiros e pacientes devem questionar

0
(0)

Fazer escolhas sábias, baseadas em evidências, precisa ser um paradigma que todos os profissionais que atuam no atendimento aos pacientes devem seguir em suas práticas. Iniciada pelo American Board of Internal Medicine dos EUA há poucos anos, a campanha Choosing Wisely atravessou a fronteira de diversos países, de diferentes especialidades médicas, e mostra-se iniciativa a ser promovida também por outras profissões da área da saúde.

A American Academy of Nursing vem promovendo esta iniciativa na área de enfermagem desde 2015, e recentemente publicou uma lista compilada com 25 ações, construídas nos últimos anos, que enfermeiros e pacientes devem questionar (1). Entre essas ações ditas questionáveis estão algumas práticas comuns no dia a dia de enfermeiros. Como o objetivo é minimizar riscos, a lista sempre deve ser analisada com atenção, individualizando cada decisão.

>> Choosing Wisely: movimento leva a refletir sobre exames e tratamentos médicos sem benefício

Encabeçada pela Academia Americana, a lista foi elaborada por uma força-tarefa de membros de sociedades especializadas que compartilharam seus conhecimentos clínicos e práticos a fim de identificar ações que não contribuem positivamente com o desfecho dos pacientes.

Somada à expertise desses profissionais, foi utilizada uma extensa pesquisa de diretrizes, revisada pelas organizações de enfermagem. Depois de aprovadas pelo Conselho de Administração da American Academy of Nursing, todas as recomendações passaram por uma revisão de médicos e enfermeiros do American Board of Internal Medicine.

>> Choosing Wisely: quando menos é mais

Para compor a lista, a Academia contou com parceiros como a American Association of Critical- Care Nurses (AACN) e a Academy’s Expert Panel on Acute & Critical Care para a elaboração dos itens de terapia intensiva; a American Association of Neuroscience Nurses (AANN), a Association of periOperative Registered Nurses (AORN) e a American Association of Nurse Anesthetists (AANA) na construção dos itens relacionados à neurologia; a Society of Pediatric Nurses (SPN), a American Pediatric Surgical Nurses Association (APSNA) e a American Pediatric Surgical Association (APSA) para as recomendações de pediatria.

Além dessas colaborações, a Academy’s Expert Panel on Aging auxiliou na redação dos tópicos de geriatria; a Oncology Nursing Society (ONS) nos tópicos de oncologia; e a Association of Women’s Health, Obstetric and Neonatal Nurses (AWHONN) nos temas de obstetrícia.

Referências:
(1) Twenty-Five Things Nurses and Patients Should Question – American Academy of Nursing

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Comente

Veja outros conteúdos

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos