NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Neurologista ensina a lidar com pacientes pós-AVC em 3 níveis

Neurologista ensina a lidar com pacientes pós-AVC em 3 níveis
0
(0)

ESPECIAL IBSP – AVC

Nem sempre quem sofre um AVC fica sem sequela alguma. E cabe ao profissional de saúde guiar esse paciente para que ele possa se recuperar e fazer uma reabilitação adequada, sempre com objetivo de manter uma boa qualidade de vida.

OChecklist Pós-AVC: Melhorando a qualidade de Vida Pós-AVC” (confira este checklist aqui), da World Stroke Campaing, segundo o Dr. Marcelo Calderaro, especialista em Neurologia pela Universidade de São Paulo e membro do corpo clínico do Hospital Samaritano, é excelente como ponto de partida. “Além dele, acrescentaria a avaliação da deglutição. Um paciente com dificuldade para deglutir após um AVC tem maior risco de evoluir para uma pneumonia, de desnutrir e de morrer”, diz.

 Veja agora qual o principal critério de qualidade no protocolo de AVC

Conheça qual é o novo foco da campanha do Dia Mundial do AVC

Conheça as novas Diretrizes 2015 de Ressuscitação Cardiopulmonar

 

Além disso, o neurologista ressalta, nos três níveis do tratamento do AVC, quais as principais preocupações que o corpo médico deve ter.

  • Fase aguda: é o tempo que ele está internado. Preocupamo-nos com complicações agudas, com risco mais imediato de vida.
  • Prevenção secundária: são as medidas que tomamos para evitar futuros AVCs, tais como controle de hipertensão, parar de fumar, tratar diabetes, usar medicamentos que afinam o sangue, tratar arritmias, etc.
  • Reabilitação: fonoaudiologia, fisioterapia, tratamento de depressão, prevenção de quedas, etc.

 

Saiba mais:

 

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos

AVISO IMPORTANTE!

A partir do dia 1º de julho, todos os cursos do IBSP farão parte do IBSP Conecta, o primeiro streaming do Brasil dedicado à qualidade e segurança do paciente.

NÃO PERCA ESSA OPORTUNIDADE E CONHEÇA AGORA MESMO O IBSP CONECTA!