NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Novidades no tratamento ainda são desconhecidas e mistificam o câncer

Novidades no tratamento ainda são desconhecidas e mistificam o câncer
0
(0)

Especial – Dia Nacional de Combate ao Câncer

Um dos fatores que pode ser apontado como prejudicial no diagnóstico precoce e tratamento de vários tipos de cânceres é a falta de informação. A doença é uma das mais envolvidas em uma verdadeira cortina de mitos que fomentam medo nos pacientes e favorecem a criação de tabus.

De acordo com Dr. Daniel Fernandes Saragiotto, médico oncologista do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) e do Hospital Sírio-Libanês, os profissionais da área médica ainda se deparam com falta de informações básicas por parte dos pacientes. “Não raro temos que explicar mitos falsos sobre o câncer, como, por exemplo, que não é algo contagioso; que deve ser tratado (o mito de que não se deve mexer no câncer ainda existe); que pode ser curado com tratamento adequado e que, mesmo quando incurável, em muitos casos pode ser tratado, permitindo à pessoa uma vida normal como de qualquer doente portador de uma doença crônica”, conta o profissional.

Nova diretriz 2015 para câncer de mama modifica o uso da mamografia

Check-up excessivo leva ao risco de sobrediagnósticos e impacta na segurança do paciente

“Exposição crônica aos embutidos é o que leva ao câncer”, diz nutricionista sobre diretriz da OMS

A mesma lógica se aplica quando falamos sobre as novas formas de tratamento da doença. O profissional explica que alguns dos avanços alcançados pela ciência não são tão novidade assim. Mas que ainda permanecem desconhecidos pela maioria da população. “Diversas questões recentes que melhoraram muito o tratamento do câncer ainda não são de conhecimento das pessoas”, afirma.

Cirurgia robótica

As técnicas cirúrgicas com incorporação da cirurgia robótica permitem melhor precisão nos procedimentos e menos sequelas. Além disso, traz como benefícios a diminuição da dor e do desconforto no pós-operatório, a diminuição de perdas sanguíneas durante a cirurgia e o menor tempo de permanência no hospital.

Radioterapia de Intensidade Modulada

Nos últimos anos, novas técnicas de radioterapia beneficiaram muitos pacientes com diagnóstico de câncer. Entre elas, a Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) que um tipo de tratamento que regula de forma mais precisa, e intensa, as doses de radiação. Essa técnica permite minimizar as doses que atingem tecidos sadios e é indicada principalmente para tumores de próstata e de cabeça e pescoço, tumores ginecológicos, gastrointestinais e tumores do sistema nervoso central.

Imunoterapia

Mais recentemente na oncologia drogas que atuam no sistema imune trouxeram resultados muito interessantes para alguns tipos de câncer e devem evoluir ainda mais daqui pra frente, de acordo com o profissional. Na Conferência da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, realizada em 2014, algumas descobertas foram divulgadas sobre o tratamento desse tipo de terapia e consideradas impressionantes pelos cientistas. A técnica que estimula o sistema imunológico do paciente começou a ser estudada há cerca de 50 anos, mas só recentemente começou a apresentar resultados satisfatórios em tipos agressivos de câncer de pele, e de câncer de colo de útero.

 

Saiba mais:

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos

AVISO IMPORTANTE!

A partir do dia 1º de julho, todos os cursos do IBSP farão parte do IBSP Conecta, o primeiro streaming do Brasil dedicado à qualidade e segurança do paciente.

NÃO PERCA ESSA OPORTUNIDADE E CONHEÇA AGORA MESMO O IBSP CONECTA!