NOTÍCIAS

Segurança do Paciente

Saiba como lidar com uma doula na sala de parto

Saiba como lidar com uma doula na sala de parto
0
(0)

A doula não substitui o acompanhante e nem realiza qualquer procedimento médico

Qual é mesmo o papel da doula para uma mulher em trabalho de parto? De acordo com a definição as doulas são acompanhantes de parto especializadas em oferecer todo apoio afetivo, emocional e conforto físico às mulheres e parceiros, tendo como objetivo principal oferecer segurança e tranquilidade na hora do nascimento dos bebês.

Mas o profissional de saúde que está na sala de parto – enfermeira, anestesista, obstetra, pediatra – sabem lidar com a presença da doula ou fica incomodado?

Onde nasce o problema da segurança do paciente?

Como relatar evento adverso ligado a fitoterápicos? Farmacêutica discute farmacovigilância

Como garantir a segurança na prescrição médica

Num primeiro momento, toda essa equipe multidisciplinar que está na sala de parto precisa entender que a doula estabelece uma ponte entre os complicados termos médicos e a parturiente, oferece massagens relaxantes, ajuda a encontrar posições mais confortáveis para o trabalho de parto e formas eficientes de respiração, além de sugerir medidas para aliviar as dores como banhos, massagens e relaxamentos. Tudo em prol de um parto mais humanizado.

Segundo o ginecologista e obstetra Alberto Guimarães, defensor dos conceitos de Parto Humanizado, os vínculos de intimidade e confiança entre a paciente e a doula devem ser construídos durante todo o período de gestação. “Este vínculo faz com que a mulher fortaleça a confiança no seu corpo, na sua própria natureza de parir, além de garantir momentos de introspecção e conexão da mãe com o parto”, orienta o ginecologista que é graduado pela Faculdade de Medicina de Teresópolis e mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP).

O limite de atuação

A profissional doula não substitui o acompanhante e nem realiza qualquer procedimento médico como fazer exames, aferir pressão ou administrar medicamentos e cuidar da saúde do bebê. “Uma profissional experiente torna-se “invisível” na sala de parto, garantindo que a mulher seja a protagonista absoluta do momento. A Doula não tem nenhuma função técnica, apenas presta apoio emocional e físico para a mulher”, conclui o médico.

A estimativa é de que cerca de 500 profissionais exerçam a profissão de Doula no Brasil, segundo o Grupo de Apoio à Maternidade Ativa (GAMA).

Saiba mais

 

Avalie esse conteúdo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Outros conteúdos do Acervo de Segurança do Paciente

Tudo
materiais-cientificos-icon-mini Materiais Científicos
noticias-icon Notícias
eventos-icon-2 Eventos

AVISO IMPORTANTE!

A partir do dia 1º de julho, todos os cursos do IBSP farão parte do IBSP Conecta, o primeiro streaming do Brasil dedicado à qualidade e segurança do paciente.

NÃO PERCA ESSA OPORTUNIDADE E CONHEÇA AGORA MESMO O IBSP CONECTA!